Preparando Tinta a Óleo Artesanal II

No artigo "diferenças entre tintas artesanais e industriais" vimos informações básicas sobre esses materiais, analisando suas vantagens e desvantagens e inclusive discutindo a viabilidade ou utilidade de se produzir sua própria tinta nos dias de hoje. No artigo "preparando tinta óleo artesanal", pudemos examinar como se dá sua fatura, mas não entramos em detalhes pontuais [...]

Brancos

O tubo de tinta branca é geralmente o primeiro a acabar. Com o branco, não pinta-se somente as áreas de luzes de nosso tema, nesse caso usando-o puro, mas ele também é adicionado a outras cores para ajustar valores e muitas vezes como base para aqueles que desejam um suporte menos absorvente. É comum que [...]

Pigmentos Não Permanentes

Cada pigmento é composto de uma ou mais substâncias orgânicas ou inorgânicas. Essas substâncias atribuem ao pigmento características de cor, textura, absorção de óleo, tempo de secagem, permanência e outras. A permanência é questão fundamental, pois determina a durabilidade do pigmento. Isto é, por quanto tempo a cor do pigmento se apresentará viva, em sua [...]

Teste de Cor e Pigmentação

Já discutimos em outros posts as diferenças entre os pigmentos assim como as diferenças entre tintas artesanais e industriais. A teoria é muito importante para que os conceitos sejam absorvidos, mas a prática é insubstituível. A experiência de mistura de diferentes pigmentos nos dá um entendimento mais rico das questões abordadas nos posts passados. É interessante [...]

Pigmentos parte I: Antiguidade

Vamos analisar as cores mais usadas nas paletas de alguns períodos importantes dentro da História da Arte. É interessante poder entender a evolução da disponibilidade de cores através do tempo. Antigamente tinhámos um número menor de pigmentos, e nem todos estavam disponíveis em todas as regiões, obrigando os artistas a misturar as cores disponíveis em [...]

Preparando Tinta a Óleo Artesanal

O pintor contemporâneo tem o privilégio de poder comprar tintas convenientemente prontas e entubadas em muitas lojas especializadas. Antigamente, o pintor não tinha opção: a tinta, que não era comercializada, tinha de ser feita dentro do ateliê e consumida antes que secasse. Com o progresso da indústria, a tinta não somente está disponível com uma [...]